Recife terá conexão de 100 MB da Oi a partir de segunda

Quem precisa de uma conexão de 100 megas? Segundo o cientista-chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R), Silvio Meira, que recepcionou o anúncio das novas velocidades da Oi, na manhã desta quinta-feira (10), no Bairro do Recife, “quem quer possuir”. A brincadeira tem muito de verdade – afinal é velocidade demais para uma casa e até mesmo para algumas empresas. Mas, para o diretor de mercado da operadora, João Silveira, a ideia é oferecer um novo produto ao mercado. A capital de Pernambuco será a primeira a receber oficialmente o link ultrarrápido já a partir desta segunda (14). Nos demais estados do país, a novidade chega até outubro, quando o ser Continue lendo

Anúncios

Problema é muito comum na correria do dia a dia, mas alguns plug-ins gratuitos podem ajudar a resolver

 

Quem nunca, na pressa, escreveu um e-mail enorme e quando o enviou percebeu que o anexo estava faltando? Isso é um problema muito comum, mas alguns aplicativos podem ajudá-lo a evitá-lo.

Estas ferramentas fazem uma varredura em suas mensagens na caixa de saída e procuram por palavras-chave (em inglês, com exceção do aplicativo para Gmail) como “file” (arquivo), “attached” (anexado) e “attachment” (anexado).

Se eles detectam algumas dessas palavras, mas não identificam algo anexado na mensagem, o programa emite um alerta informando que o e-mail está sem nenhum arquivo anexado.

 

Quem nunca, na pressa, escreveu um e-mail enorme e quando o enviou percebeu que o anexo estava faltando? Isso é um problema muito comum, mas alguns aplicativos podem ajudá-lo a evitá-lo.

Estas ferramentas fazem uma varredura em suas mensagens na caixa de saída e procuram por palavras-chave (em inglês, com exceção do aplicativo para Gmail) como “file” (arquivo), “attached” (anexado) e “attachment” (anexado).

Se eles detectam algumas dessas palavras, mas não identificam algo anexado na mensagem, o programa emite um alerta informando que o e-mail está sem nenhum arquivo anexado.

 

Usuários do Outlook 2007 podem utilizar o plug-in Missing Attachment PowerToy, ou o programa mais robusto Forgotten Attachment Detector (que tem suporte para customizar palavras e que também envia alerta para assuntos em branco).

Se você estiver usando uma versão antiga do Outlook, o plug-in Attached4Sure suporta todas as versões do programa de e-mail datadas até 2002.

Finalmente, usuários do Gmail podem se aventurar no Google Labs (Configurações, Labs) e habilitar a opção “Detector de anexo esquecido” (ou Forgotten Attachment Detector, para quem usar a versão em inglês).

 

Usuários do Outlook 2007 podem utilizar o plug-in Missing Attachment PowerToy, ou o programa mais robusto Forgotten Attachment Detector (que tem suporte para customizar palavras e que também envia alerta para assuntos em branco).

Se você estiver usando uma versão antiga do Outlook, o plug-in Attached4Sure suporta todas as versões do programa de e-mail datadas até 2002.

Finalmente, usuários do Gmail podem se aventurar no Google Labs (Configurações, Labs) e habilitar a opção “Detector de anexo esquecido” (ou Forgotten Attachment Detector, para quem usar a versão em inglês).