Lula reclama de preço de notebook nacional para projetos de inclusão

Se os preços dos notebooks locais não caírem, governo terá de importar equipamentos para escolas públicas, alerta presidente da República.
Se os preços dos notebooks fabricados no Brasil não caírem, o governo federal terá de recorrer à importação de equipamentos para atender escolas públicas. Esta foi o alerta dado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva aos fabricantes nacionais de PCs nesta sexta-feira (31/7) durante o evento para formalizar a entrega de 5,5 mil notebooks a alunos da rede municipal de ensino de Piraí, no Rio de Janeiro – primeira cidade do País a distribuir computadores para todos os alunos e professores da rede de municipal.

De acordo com uma reportagem da Agência Brasil, Lula reclamou da burocracia para licitar a compra de computadores para as escolas e cumprir os planos do governo de colocar computadores conectados à internet banda larga em todos os 55 mil colégios públicos do País até o final de 2010.

A decisão de distribuir 350 mil computadores em escolas no Brasil foi tomada em 2007, apontou o presidente Lula, que reclamou de entraves nas licitações de portáteis para inclusão digital. Segundo ele, o sonho de distribuir um computador para cada uma das 34 milhões de crianças da rede pública do país, tem sido dificultado pelos preços. O valor de cada portátil distribuído em Piraí é de 325 dólares (607 reais).

A distribuição dos 5,5 mil notebooks, somada a outros 700 laptops anteriormente adquiridos por meio do Projeto UCA (Um computador por Aluno) do Ministério da Educação, vai beneficiar 6,2 mil alunos das 21 escolas da rede municipal de ensino de Piraí. O investimento foi de 5,3 milhões de reais.

O presidente também admitiu a possibilidade de usar a estrutura da Eletronet – empresa controlada pela Eletrobrás, mas que se encontra em processo de falência – para atingir as metas de conectar todas as escolas do país em banda larga.

Publicada em 31 de julho de 2009 às 18h55

Anúncios

Código do Firefox 3.6 será congelado para lançamento alpha entre hoje e amanhã

O lançamento do Firefox 3.5 completou um mês hoje, e de lá pra cá foram realizados mais de 63 milhões de downloads no mundo todo. Mas quando se trata de desenvolvimento de navegadores web as coisas costumam andar bem rápido, e é por isso que a Mozilla começou bem cedo os preparativos para o seu próximo grande lançamento. A versão 3.6 do navegador da raposa já conta com uma descrição extensa no wiki da empresa e está com seu código a caminho de um lançamento alpha nos próximos dias.

Ele deverá ser congelado entre hoje e amanhã, para que um build seja liberado nesta sexta-feira ou, em última hipótese, na semana que vem. Nightly builds categorizados como 3.6 já estão no FTP da Mozilla há algum tempo, mas este seria o primeiro a utilizar o futuro Gecko 1.9.2, engine de renderização de páginas que estará na versão final.

Com o codinome Namoroka, o Firefox 3.6 conta com grandes mudanças planejadas, mas o que importa no momento são aquelas que já estão encaminhadas para os próximos meses de desenvolvimento e testes intensos junto à comunidade. No cronograma atual, estão listados nessa área os mockups visuais — liberados recentemente para Windows, visando às versões 3.7 e 4.0 — e o congelamento do código, algo que mostra basicamente o estado atual do projeto.

Nos próximos meses serão conduzidas etapas que trarão mudanças fundamentais, bem como a adaptação do navegador ao futuro Windows 7. Muito disso deverá ser implementado até o final do ano, mas o trabalho da comunidade deverá se intensificar durante o primeiro semestre de 2010, quando está previsto o seu lançamento. Até lá, é provável que a versão pule do 3.6 atual para algum valor superior, mas ainda é cedo para esse tipo de afirmação.

por Silvio Sousa Cabral | 30/07/2009 às 19:06

Apple lança Time Capsule de 2 terabytes

Sistema de backup da Apple permite a conexão sem fio e facilita a realização de cópias de segurança

A Apple lançou nesta quinta-feira (30/07) a versão de 2 TB do seu sistema de backup, o Time Capsule. O novo dispositivo tem o dobro de espaço para armazenamento, em relação à versão anterior.

O Time Capsule recebe os dados por meio de uma rede Wi-Fi 802.11n. Ele combina um roteador sem fio com uma unidade de disco rígido para fazer backup dos arquivos armazenados nos Macs.

O dispositivo também vem com uma porta USB para compartilhar uma impressora ou disco rígido com a rede. Ele funciona com Macs e PCs e qualquer outro aparelho que tenha conexão Wi-Fi compatível.

A Apple ainda não tem previsão de lançamento do produto no Brasil, mas disponibiliza as versões de 500 GB pe 1 TB

Saiba mais sobre o assunto clicando no link abaixo.
http://macworldbrasil.uol.com.br/noticias/2009/07/30/apple-lanca-time-capsule-de-2-terabytes/

Ballmer se diz surpreso com reação a acordo Microsoft-Yahoo

REDMOND, Estados Unidos (Reuters) – O presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, tentava, nesta quinta-feira, convencer investidores céticos de que sua parceria de 10 anos em buscas com o Yahoo seria um evento positivo para ambas as empresas.

As ações do Yahoo despencaram 12 por cento após o anúncio do esperado acordo na quarta-feira, e caíram outros 3,57 por cento nesta quinta-feira. Já as ações da Microsoft tiveram uma leve alta, deixando Ballmer perplexo.

“Ninguém entende”, disse Ballmer, durante uma reunião com analistas financeiros na sede da Microsoft, próximo a Seattle, no noroeste dos Estados Unidos. “É um pouco complicado”.

Sob o acordo, que almeja criar um concorrente mais forte contra o Google, o novo sistema de buscas online da Microsoft, Bing, será adotado pelos sites do Yahoo. Em troca, a Microsoft irá pagar ao Yahoo 88 por cento de sua receita com anúncios nesses sites.

Na teoria, isso significa que a Microsoft ganhará mais audiência para poder aperfeiçoar sua tecnologia de buscas e construir uma base, enquanto o Yahoo ganha receita com publicidade em buscas sem a despesa de ter de administrar seu buscador.

O acordo parece concluir uma longa saga entre as companhias, após o Yahoo ter recusado uma oferta de aquisição de 47,5 bilhões de dólares da Microsoft no ano passado.

“Nada foi vendido e nada foi comprado ontem”, disse Ballmer durante a reunião, tentando explicar o acordo.

“É um acordo em que todos ganham, na minha perspectiva”, afirmou, acrescentando que estava surpreso com a forte queda das ações do Yahoo.

A parte do Yahoo na receita com publicidade de 88 por cento é um “número grande”, disse Ballmer, considerando que a empresa terá “zero por cento” de custo para conseguir esse rendimento.

Para a Microsoft, ele afirmou que o acordo significa que a companhia ganha um tráfego maior na Internet, o que possibilita aprimorar sua tecnologia de buscas, atraindo maior interesse de anunciantes e, portanto, possibilitando a melhora dos preços para anúncios.

(Reportagem de Bill Rigby)

Mais de 13 milhões de casas latino-americanas terão IPTV em 2014

São Paulo, 30 de julho de 2009 – Os serviços de TV por assinatura sobre redes IP ainda tem potencial de crescer na América Latina. Ao menos é o que aponta um estudo realizado pela Signals Telecom Consulting, que prevê que 13 milhões de residências possuam IPTV na região em 2014.

De acordo com as expectativas do instituto, a maior parte dos operadores de TV paga devem apostar, principalmente, nas tecnologias tradicionais, transformando a IPTV em alternativa “premium”, focada nos públicos de maior poder aquisitivo.

A partir de 2010, as operadoras devem ampliar os investimentos na tecnologia, devido à combinação de uma série de razões como o clima macroeconômico da região, o surgimento de questões regulatórias e o aumento da maturidade do setor. Com isso, cerca de 5% do mercado de TV por assinatura latino-americano será de IPTV em 2014.

Para suportar o crescimento, devem ser realizados investimentos de aproximadamente US$ 4,2 bilhões ao longo dos próximos cinco anos. Os países com maior taxa de adoção da tecnologia devem ser Brasil, Colômbia, México e Venezuela, que responderão por 89% das conexões, em 2014.

Um dos menores pendrives agora tem capacidade de 32GB

Um dos menores pendrives agora tem capacidade de 32GB

Um dos menores pendrives agora tem capacidade de 32GB

Um dos menores pendrives do mundo teve um aumento de sua capacidade A linha Pico Series, da Super Talent, lançou o gadget que agora pode armazenar até 32Gb de dados.

Com cerca de 3,81 x 1,27cm e peso 6 gramas, o pendrive transfere 30MB/s e agora é resistente à água.

O produto vai estar disponível ainda nesta semana nas lojas online SuperBiiz, NewEgg e SuperMediaStore. O preço varia de 85 dólares até 99, na versão limitada folhada a ouro.

Escrito por Bruno Roberti às 12h36

Microsoft e Yahoo se unem para enfrentar gigante Google

A gigante da informática Microsoft e o grupo de internet Yahoo! anunciaram ontem ter chegado a um consenso para manter aliança de uma década e avançarem na batalha de publicidade e buscas on-line contra o Google.
A Microsoft tentou comprar o Yahoo! no ano passado, mas sua oferta de US$ 47,5 bilhões foi recusada. Por outro lado, a tentativa do Yahoo! de fechar um acordo na área de busca por publicidade com o Google também fracassou sob análises de órgãos reguladores.

O Yahoo! irá incorporar o sistema de busca Bing desenvolvido pela Microsoft. Atualmente, nos Estados Unidos, o buscador da Google tem 65% de acesso, enquanto o do yahoo nem chega a 20%.

O objetivo do novo acordo é incrementar o número de usuários e favorecer a comercialização da publicidade.

O principal ponto do acordo, que será implementado em diversas fases, é que as duas companhias compartilharão receita. A aliança deve ser fechado no início de 2010 e a previsão é de que se mantenha efetiva até 2020. O Yahoo! calcula que seu volume de negócio anual pode aumentar em US$ 500 milhões e que economize cerca de US$ 200 milhões em custos.

“Este acordo oferece valor ao Yahoo!, a nossos usuários e ao setor. Acho que coloca os alicerces para uma nova era de inovação e desenvolvimento na internet”, disse a diretora-executiva do Yahoo!, Carol Bartz.