Recife terá conexão de 100 MB da Oi a partir de segunda

Quem precisa de uma conexão de 100 megas? Segundo o cientista-chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R), Silvio Meira, que recepcionou o anúncio das novas velocidades da Oi, na manhã desta quinta-feira (10), no Bairro do Recife, “quem quer possuir”. A brincadeira tem muito de verdade – afinal é velocidade demais para uma casa e até mesmo para algumas empresas. Mas, para o diretor de mercado da operadora, João Silveira, a ideia é oferecer um novo produto ao mercado. A capital de Pernambuco será a primeira a receber oficialmente o link ultrarrápido já a partir desta segunda (14). Nos demais estados do país, a novidade chega até outubro, quando o serviço estará disponível também para o Oi Conta Total (pacote com banda larga e telefonias fixa e móvel). O chamado Oi Velox Ultra possibilita ao usuário – seja pessoa física ou jurídica – se gabar de conectar à web a 2, 4, 6, 8, 14, 20, 40, 60 ou 100 MB, com tecnologias ADSL2, VDSL2 e fibra óptica. Os preços variam de R$ 59,90 (2MB para usuário doméstico) ou R$ 74,90 (a mesma velocidade para empresas) ou até R$ 529,90 para ter os exagerados 100 MB no trabalho ou em casa. Apesar da operadora ter anunciado que investiu R$ 6 bilhões, principalmente na infraestrutura local – como colocação de fibra óptica, por exemplo – o superacesso ainda não é para todos. É preciso checar a disponibilidade, que varia de acordo com a distância da central de dados da operadora. “Aumentamos a capilaridade para encurtar distâncias e podemos dizer com certeza que o Ultravelox estará, pelo menos, nas áreas onde o Velox estava”, explicou João. Uma boa notícia para quem tem conexão de até 1 MB é de que todos os usuários migrarão automaticamente e sem custos para 2 MB, a mais básica das novas ultravelocidades. A Oi também promete manter a política de não aplicar multas caso o cliente deseje migrar entre velocidades. “Justamente para permitir que os usuários descubram o que realmente precisam e não fiquem influenciados”, disse a diretora de marketing da empresa, Flávia Bittencourt. A ação parece ser uma resposta da Oi ao elevado número de descontentes com a tecnologia 3G, que permite conexão banda larga do celular. “O problema é que as pessoas começaram a usar a tecnologia dentro de casa, quando o 3G é para conexão ao ar livre”, explicou Bittencourt. De volta ao Oi Velox Ultra, é importante que os usuários não percam de vista o que precisam e, acima de tudo, lembrem que não é milagre: mesmo com 100 Megas, o desfrute de aplicações focadas em vídeo, redes sociais e aplicativos compartilhados continuará ligado intimamente à velocidade concedida pelo site, por exemplo. Para empresas, as novas velocidades devem se tornar muito mais importantes em pouco tempo. De acordo com Meira, que testa a nova conexão há pelo menos dez dias, “trata-se de um animal completamente diferente. Aqui no C.E.S.A.R estamos em cima desta conexão, tentando derrubá-la a qualquer custo e não conseguimos”, declarou. Para os reles mortais da conexão de um dígito, um upgrade na velocidade pode significar menos sofrimento na hora do upload de arquivos, por exemplo. Por Raquel Lima, da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: