Ubuntu Linux vai ganhar loja de software

 

Reprodução

Ubuntu Linux vai ganhar loja de software
 

N900 da Nokia vem com sistema Linux para concorrer com iPhone 3GS

N900 da Nokia vem com sistema Linux para concorrer com iPhone 3GS

Divulgação

Mais um concorrente do iPhone 3GS chega ao mercado de smartphones. A Nokia lançou seu primeiro celular com software Linux, o N900. A empresa já utiliza o sistema operacional em modelos de tablets anteriores, como o N800, mas agora resolveu apostar em smarts.

Pela primeira vez, a empresa vai utilizar o sistema Maemo 5 e não o Symbian, presente em mais da metade do mercado de smartphones. O N900 terá tela touchscreen de 3,5 polegadas, memória de 32GB, slot para cartões microSD, câmera de 5MP, além de rádio FM e conexões 3G, Wi-Fi e GPS.

O gadget chega para concorrer com o iPhone 3GS, que será lançado no Brasil nesta sexta-feira. Com design deslizante e teclado Qwerty, o produto tem o mesmo processador do dispositivo da Apple: ARM Cortex-A8 600MHz.

Porém, o N900 traz mais memória RAM, já que tem 256Mb, mas pode chegar até 1GB. Além disso, a tecnologia 3G chega até a 10Mbps de download. Já o gadget da Apple tem memória de 256Mb e velocidade de transmissão de até 7,2Mbps. Além disso, a câmera do iPhone 3GS é de 3MP, bem abaixo do concorrente da Nokia.

O N900 chega ao mercado mundial no começo de outubro e sai por cerca de 712 dólares, enquanto que o iPhone custa 299 dólares, na versão de 32GB de capacidade.

Escrito por Bruno Roberti às 09h25

Criando um carrinho de compras baseado em Prototype e Scriptaculous

Com este código é possível criar um carrinho de compras completos utilizando os Frameworks Prototype e Scriptaculous.

Fácil de usar e de implementar.
Baixe o arquivo “Carrinho.rar” para obter o código completo.

http://codigofonte.uol.com.br/codigo/js-dhtml/frameworks/criando-um-carrinho-de-compras-baseado-em-prototype-e-scriptaculous

Mozilla suspende operações da loja online por brecha de segurança

Falha foi localizada em ferramenta da empresa GatewayCDI, que presta serviços para finalizar as compras na loja virtual da Mozilla.

A desenvolvedora Mozilla suspendeu as atividades de sua loja online na noite de terça-feira (5/8) após descobrir que a empresa contratada para rodar as operações de finalização de compras sofria de uma falha de segurança.

Não está claro se o fornecedor, a GatewayCDI, notificou a Mozilla ou se a companhia descobriu o bug de outra forma.

“A Mozilla descobriu uma falha de segurança no serviço da GatewayCDI e tomamos imediatamente uma providência preventiva suspendendo a Mozilla Store para nos certificarmos de que nossos usuários não seriam prejudicados”, alertou a companhia em seu blog.

Tanto o site dos Estados Unidos quanto a versão internacional da loja online permaneciam na manhã desta quarta-feira (5/8) com a mensagem de “fechado para manutenção” – sem explicar a razão da medida.

As lojas comercializam itens promocionais, como camisetas, canetas, mousepads, bem como o navegador Firefox em CD.

A Mozilla não declarou a extensão da brecha ou que tipo de informações os criminosos podem ter acessado ou roubado. “Pedimos à GatewayCDI que informe os usuários que possam ter tido dados comprometidos; eles estão investigando seus sistemas para determinar a causa da falha”, completou a companhia.

Gregg Keizer, do Computerwor

Sun libera novo sistema de virtualização

James Della Valle, de INFO Online

Quarta-feira, 05 de agosto de 2009 – 11h14

Reprodução

Sun libera novo sistema de virtualização
 
SÃO PAULO – A Sun Microsystems anunciou a versão 3.0.4 da VirtualBox, seu programa de virtualização para os sistemas Windows, Mac OS X e Linux.

 

O suporte aos gráficos 3D também recebeu atenção dos desenvolvedores. Três erros foram reparados, incluindo problemas com aplicações que utilizam o OpenGL, utilizado desenvolvimento e execução de aplicativos gráficos.

 Usuários do Linux não devem mais encontrar problemas com cores trocadas ou transparências na interface. Isso acontecia devido à falta de compatibilidade com algumas placas de vídeo.

O VirtualBox é um programa gratuito, distribuído pela licença GNU General Public License, que permite a criação de máquinas virtuais capazes de sustentar qualquer tipo de sistema. O resultado é praticamente o mesmo apresentado por soluções parecidas como o VMware e o Parallels. Seu código é aberto, o que permite alterações feitas por usuários.

 

Mozilla corrige três falhas no Firefox

Problemas no Firefox 3.0.13 permitem roubo de senha e falha na versão 3.5.2 é de baixo risco.

A Mozilla anunciou a correção de três falhas de segurança nos navegadores Firefox 3.5 e Firefox 3.0, nesta terça-feira (4/8).

Entre as correções, duas são destinadas à versão 3.0.13, que terá seu suporte descontinuado em janeiro de 2010, e uma para a versão 3.5.2 do navegador de código aberto.

As falhas no Firefox 3.0.13 foram reveladas na última quinta-feira (30/7) pelo consultor de segurança da empresa IOActive, Dan Kaminsky, durante a conferência Black Hat, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Na versão 3.0, a vulnerabilidade no protocolo padrão de criptografia de dados do Firefox, o Secure Socket Layer (SSL) pode ser explorada por invasores permitindo o roubo de senhas ou que o internauta aceite um software malicioso que pode vasculhar sua máquina.

Já o Firefox 3.5.2 ganhou uma correção para um problema de resposta do browser e relativo ao proxy SOCKS5, que a Mozilla classificou como uma ameaça de baixo nível.

O mesmo problema já havia sido corrigido no Firefox 3.0.12, em um pacote de correções liberado pela Mozilla em 21 de julho. Ainda não está claro se a organização se esqueceu de fazer o mesmo com a versão 3.5.1 do navegador. A Mozilla não se pronunciou a respeito.

De acordo com a empresa de análise de dados online, Net Applications, o Firefox registrou 22,5% de participação mundial no segmento de navegadores em julho, sendo que três em cada quatro usuários do browser continuam navegando pela versão 3.0, não pelo Firefox 3.5.

As versões atualizadas do Firefox (3.5.2 e 3.0.13) podem ser baixadas para os sistemas operacionais Windows, Mac OS X e Linux, mas os usuários podem acessar a área de atualizações do navegador ou esperar pela correção automática nas próximas 48 horas.

Por Computerworld/EUA

 Publicada em 04 de agosto de 2009 às 08h57

Sofwtares de código aberto devem crescer 22% até 2013

 

Pesquisa feita pela consultoria norte-americana IDC revela que o mercado de softwares de código aberto deve crescerá 22% até 2013. Neste mesmo ano é esperado que o segmento conquiste receita de US$8,1 bilhão.

Segundo a consultoria, as previsões positivas do mercado têm origem devido a maior aceitação dos programas de código aberto pelas grandes corporações no último ano. Outro fator apontado pelo IDC para o crescimento é o cenário econômico.

Para o vice-presidente do grupo de soluções corporativas da IDC, Michael Fauscette, o mercado de código aberto se beneficiou durante a crise econômica mundial. De acordo com Fauscette, as companhias encaram o segmento como estratégia empresarial.

O IDC acredita que o modelo híbrido, que usa códigos abertos com softwares proprietários, será o mais predominante no mercado.