Microsoft acusa complemento do Google de tornar Internet Explorer inseguro

Empresa afirma que uso do Chrome Frame no Internet Explorer torna o browser mais inseguro, mas não comenta melhoria na velocidade.

A Microsoft acusou o complemento divulgado pelo Google na terça-feira (22/9) para o Internet Explorer de tornar o navegador mais inseguro. A afirmação foi divulgada em comunicado à imprensa internacional.

“Dadas as questões de segurança com complementos em geral e com o Google Chrome em particular, rodar o Google Chrome Frame como complemento dobrou a área de ataques para códigos e scripts maliciosos”, afirmou o comunicado.

“Este não é um risco que recomendamos para nossos amigos e parentes”, afirma o alerta, que ainda enaltece as melhorias e atualizações feitas no Internet Explorer 8 para tornar o navegador mais seguro.

Ao ser instalado nas versões 6, 7 ou 8 do Internet, o Google Chrome Frame introduz no navegador da Microsoft ferramentas desenvolvidas pelo Google, como o sistema de renderização de JavaScript V8 e suporte à linguagem HTML 5.

Testes realizados pela Computerworld norte-americana mostram que, com o complemento, o Internet Explorer 8 consegue renderizar conteúdo em JavaScript com velocidade 9,6 vezes maior que a do software original.

Por Redação do IDG Now!Publicada em 24 de setembro de 2009 às 16h07Atualizada em 24 de setembro de 2009 às 19h49

Anúncios