O segredo dos mecanismos de buscas

Entenda como Google, Yahoo! e Bing trazem as informações que você procura

Todo o mundo pesquisa em buscadores. Hoje, são mais de 200 milhões de sites indexados e mais de 2 milhões de usuários navegando e fazendo buscas, a todo momento. Você imagina o tamanho desse arquivo que é a internet? E como fazer para procurar uma determinada informação em meio a tanto conteúdo?

Antes de um mecanismo de busca dizer a você onde um arquivo ou documento está, ele deve, primeiro, ser indexado – ou encontrado – por esse buscador. Para captar informações em centenas de milhões de páginas da web, um mecanismo de busca emprega robôs especiais, as chamadas aranhas, que vão navegando pelas páginas e construindo listas de palavras encontradas nesses sites. O buscador só precisa dar uma lista inicial de sites – normalmente, os mais relevantes da rede -, para que a aranha vá, de link em link, até vasculhar toda a teia. Por isso, se você quer que o seu blog ou site seja localizado pelo buscador, o melhor caminho é deixar o seu link em alguma outra página que já faça parte dessa teia mapeada pelo buscador.

“Esse robô é um grande mecanismo de rastreamento que vai entendendo as páginas da internet, entendendo as principais informações que ela traz. Ele entende, por exemplo, o número de páginas que estão levando para esse site, o número de sites que referenciam outro site, se a propriedade dessas informações tem alguma relação que seja bem profunda. Então, ele é um robô que entende uma série de informações e que rastreia, indexa e traz para você, de forma automática, essa melhor relevância. E esse é o grande segredo da busca”, explica a gerente geral da área de Serviços Online da Microsoft Brasil, Carolina Aranha.

Quando o Google iniciou sua varredura na rede, em 1999, eram apenas 3 aranhas que mantinham, cada uma, cerca de 300 conexões com páginas da web abertas ao mesmo tempo. Na prática, isso significa rastejar sobre 100 páginas a cada segundo. Hoje, essa velocidade é muito maior. Os números atuais são segredo de estado. Ninguém divulga.

http://olhardigital.uol.com.br/central_de_videos/video_wide.php?id_conteudo=9324&/COMO+OS+BUSCADORES+ENCONTRAM+O+QUE+VOCE+PROCURA


As palavras que estão no título e subtítulo, além das chamadas metatags – que são aqueles termos que você define para categorizar a sua página – são as mais importantes para as aranhas. São elas quem vão determinar a importância daquela página, e seu conseqüente destaque em uma busca. “Todo mundo quer estar na primeira página, de preferência no primeiro lugar, e sem pagar. Esse é o melhor dos mundo. Então, por isso é interessante você acompanhar essa busca entre os profissionais de SEO – Search Engine Optimization, em português Otimização para mecanismos de busca – e também entender como o mecanismo de busca indexa e o que é mais relevante para ele, para você poder subir nessa relevância”, esclarece Carolina.

As técnicas que garantem melhor posicionamento nos buscadores são chamadas SEO – Search Engine Optimization. Se você tem um site e quer saber como melhorar a importância dele nas buscas, acesse os links do início da matéria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: