Após liberação, Speedy volta a ser vendido nesta quinta-feira

O serviço de banda larga Speedy da Telefônica volta a ser vendido a partir das 08 horas de amanhã, quinta-feira (27). A empresa atende a cerca de 97% da população do Estado de São Paulo.

O Conselho Diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) decidiu hoje (26) autorizar a retomada da venda do serviço de internet Speedy, da Telefônica, após mais de dois meses de suspensão.

Telefônica precisa de plano a longo prazo para Speedy, dizem especialistas
Telefônica termina plano de estabilização da rede em julho e investe na capacitação

A decisão determina que as vendas podem ser retomadas a partir de hoje, e as ações da empresa serão acompanhadas pela Anatel por 60 dias. Segundo a conselheira Emília Ribeiro, relatora do processo, a Anatel considerou as medidas que estão sendo tomadas pela empresa suficientes. “Ela está quase triplicando a capacidade dela, inclusive melhoria na gerencia de atendimento ao usuário”, afirmou.

A informação já foi passada para a Telefônica e para a Comissão de Valores Mobiliários. A comercialização do Speedy está proibida desde o dia 23 de junho, devido às constantes falhas do serviço.

Na semana passada o conselho poderia ter liberado a venda, mas o conselheiro Plínio de Aguiar pediu vistas do processo, para analisar melhor as ações da empresa. O Ministro das Comunicações, Hélio Costa, declarou seguidas vezes que a comercialização do serviço poderia ser retomada, pois a Telefônica sentiu as conseqüências da punição e que a pena deveria ser revista.

Cerca de 200 mil instalações deixaram de ser realizadas por empresas terceirizadas da Telefônica, e como consequência, 5 mil funcionários poderiam ter sido demitidos, além de outros 1.200 postos que não abriram, segundo o Sindicado das Empresas Prestadoras de Serviços de TV por Assinatura e Telecomunicações do Estado de São Paulo (Sitesp).

A suspensão também atingiu consumidores que tinham o Speedy como única opção de acesso à banda larga, segundo a Associação Brasileira de Pequenos Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrappit).

Histórico

Na mesma semana da suspensão, em junho, a Telefônica foi à Brasília apresentar um plano de contingência, atendendo ao pedido da Anatel. A empresa afirmou que planejava investir R$ 70 milhões para melhorar sua rede. A principal medida seria duplicar de dois para quatro o número de servidores DNS (Domain Name Service), responsáveis pela “tradução” de URLs (como http://www.uol.com.br) para endereços de IP (protocolo de internet).

Durante o período foram feitas especulações quanto à data de liberação das vendas do Speedy, como, por exemplo, em 20 de julho data limite imposta pela Anatel para que a Telefônica apresentasse o plano. Três dias antes (em 17 de julho), no entanto, a Telefônica anunciou que já havia concluido da primeira fase do plano de recuperação e passou a aguardar pela liberação.

PROBLEMAS GRAVES NO SPEEDY COMPLETAM 1 ANO

02/07/2008 20/02/2009 06/04/2009 18/05/2009
Interrupção no
Estado de São Paulo
Incêndio em datacenter Ataques de negação de serviço Lentidão e intermitência no serviço de DNS
Aproximadamente 2 milhões de usuários residenciais são afetados, além de órgãos públicos do Governo do Estado de São Paulo e corporações privadas. Incêndio em prédio da operadora em Barueri afeta datacenter e derruba acesso de clientes à internet Um ataque de hacker aos servidores DNS da operadora foi responsável pelos problemas de acesso enfrentados pelos usuários Operadora sinaliza dois períodos de instabilidade na infraestrutura que dá suporte ao acesso à rede mundial de computadores
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: